Governo nº 114  III Governo presidencial de Maria de Lurdes Pintasilgo (2 de Agosto de 1979). Cem dias de governo, com três ministros coordenadores: para a economia e plano, para a área social e para a área cultural. E assim chega mais uma mulher à chefia de um governo em Portugal, depois de D. Isabel Maria em 1826-1828. Desta vez uma freira laica, que chilreou primaverilmente à volta de Caetano e Salazar (Vergílio Ferreira).

Entre os ministros: Manuel da Costa Brás (administração interna), Carlos Jorge Mendes Correia Gago (coordenação económica e plano), Alfredo Bruto da Costa (assuntos sociais e coordenação social), Adérito Sedas Nunes (coordenação cultural, cultura e ciência), José Alberto Loureiro dos Santos (defesa nacional), João Carlos Lopes Cardoso de Freitas Cruz (negócios estrangeiros), Pedro de Lemos e Sousa Macedo (justiça), António Luciano de Sousa Franco (finanças), Joaquim da Silva Lourenço (agricultura), Fernando Henriques Marques Videira (indústria), Acácio Manuel Pereira Magro (comércio), Jorge de Carvalho Sá Borges (trabalho), Frederico Alberto Monteiro da Silva (transportes e comunicações), Veiga da Cunha (educação), Mário de Azevedo (habitação e obras públicas) e João António de Figueiredo (comunicação social).

Entre os secretários de Estado, há futuros ministros do PSD, como Silva Peneda (administração regional e local) e Joaquim Ferreira do Amaral (indústrias extractivas e transformadoras), e do PS, como Correia de Campos (saúde).

  Governo anterior

Governo posterior  

  Arquivo histórico do Portal do Governo

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 31-03-2009