Governo nº 116 II Governo da AD, I Governo de Pinto Balsemão, VII Governo Constitucional (9 de Janeiro). Continua a repartição de pastas entre o PSD e o CDS, mas Freitas do Amaral não participa, deixando a tarefa coordenadora deste partido a cargo de Basílio Horta, enquanto ministro de Estado adjunto do primeiro-ministro.

Entre os ministros indicados pelo PSD: Fernando Monteiro do Amaral (administração interna), André Gonçalves Pereira (negócios estrangeiros), Menères Pimentel (justiça), Victor Pereira Crespo (educação e ciência), Nascimento Rodrigues (trabalho), Carlos de Macedo (assuntos sociais), Alexandre Vaz Pinto (comércio e turismo), Viana Baptista (transportes e comunicações), Cardoso e Cunha (agricultura e pescas), Álvaro Barreto (integração europeia), Eusébio Marques de Carvalho (reforma administrativa). Pelo CDS: Luís de Azevedo Coutinho (defesa nacional), Morais Leitãoö (finanças e plano), Ricardo Bayão Horta (indústria e energia), Luís Barbosa (habitação e obras públicas). Pelo PPM, Augusto Ferreira do Amaral (qualidade de vida).

  Governo anterior

Governo posterior  

  Arquivo histórico do Portal do Governo

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 31-03-2009