1862

A sociedade para-maçónica do Raio, fundada em Abril de 1861 por os estudantes como Antero de Quental, Alberto Sampaio e José Falcão, assume-se em rebelião contra o reitor da Universidade de Coimbra, Basílio Alberto de Sousa Pinto (Dezembro).

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 03-05-2007