Tradição e Revolução, vol. I

 

÷ Da esquerda

 Para a direita ø

Ecléticos independentes

João José de Mendonça Cortês, deputado desde 1868, forma com outros o pequeno grupo dito dos ecléticos e independentes, que se opõe ao governo de Ávila.

Liberais-progressistas

Oposição radical dos penicheiros, já separados dos avilistas. Logo na abertura do parlamento, em 15 de Abril, o conde de Peniche ataca o governo, considerando-o como negador da liberdade de reunião e Ávila acusa-o de chefe dos desordeiros.

O grupo esteve na base dos tumultos populares que precederam a Janeirinha. Tem como principal activista de rua António Vieira da Silva que organiza manifestações que têm como palavra de ordem pão ou trabalho.

 

 

Governamentais

União de avilistas e futuros reformistas. Com Ávila, A. L. Seabra e Dias Ferreira.

Opositores fusionistas

22 deputados adeptos do anterior governo da fusão, dos quais 13 regeneradores

 

 

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 03-05-2007