|| Governos || Grupos || Eleições || Regimes || Anuário || Biografias ||

  Legião Portuguesa (1936)


A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z
Legião Portuguesa (1936)
 

Fundada por proposta de J.Botelho Moniz, através do Decreto-Lei de 30-9-1936, que estabelece na base I "O Governo reconhece a Legião Portuguesa, formação patriótica de voluntários destinada a organizar a resistência moral da Nação e cooperar na sua defesa contra os inimigos da Pátria e da ordem social."

Tradição e Revolução, vol. II

●Aprovada a constituição da Legião Portuguesa (30 de Setembro), depois de uma manifestação salazarista no Campo Pequeno, com Jorge Botelho Moniz a propor a criação de uma milícia armada do regime (28 de Agosto). Há também discursos de Pinto Coelho, António Castro Fernandes, Gilberto de Almeida Arroteia e do major Ricardo Durão. José Pequito Rebelo profere várias alocuções perante os microfones do Rádio Clube Português, contra os comunistas espanhóis, peças que serão editadas no ano seguinte, em Anti-Marx, Lisboa, SPN, 1937 (Agosto).

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 03-05-2007