|| Governos || Grupos || Eleições || Regimes || Anuário || Biografias ||

  Partido Nacional (1849)

RELAÇÃO ALFABÉTICA GERAL

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

 

Durante o governo de Costa Cabral, em 24 de Outubro de 1849, emitido manifesto de um Partido Nacional unindo cartistas e setembristas. Trata-se de um grupo efémero, inserido numa grande campanha na imprensa contra o governo, onde se destacam os ataques ad hominem, a António Bernardo da Costa Cabral, considerado concussionário e corrupto.

Emitido manifesto de um Partido Nacional Coligado, unindo cartistas e setembristas, na senda da Associação Eleitoral Setembrista, de José Estêvão, formada em 1837 (24 de Outubro). O manifesto, publicado em O Patriota e A Revolução de Setembro, é datado de 17 de Setembro. Visa unir todos os homens de boa vontade em nome da causa nacional. Entre os subscritores, Joaquim António de Aguiar, Antas, Loulé, Passos Manuel, Silva Sanches, Braamcamp, Sá da Bandeira, Rodrigues Sampaio, Latino Coelho, Oliveira Marreca, Leonel Tavares Cabral. Em 5 de Novembro já se assume como oposição progressista. A imprensa oposicionista repete incessantemente que  há ladrões  no governo e abundam acusações de violências, ilegalidades e imoralidades.

Projecto CRiPE- Centro de Estudos em Relações Internacionais, Ciência Política e Estratégia. © José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 03-05-2007