© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1128: Combate de São Mamede

 

 

 1121 1122 1123 1124 1125 1126 1127 1128   1129

 

Século XI Linha do Tempo    Século XIII

Luís VI, le Gros  rei de França(1108-1137)

Henrique I, Beauclerc, rei inglês (1100-1135)

 
Afonso VII, rei de Leão e Castela (1126-1157) Imperador Lotário III de Supplimburg (1125-1137). Rei dos Romanos desde 1133.

Conrado assume-se como rei de Itália, mas falha expedição à Toscana.

Criada a comuna de Marselha. 
Doação do Castelo e Terra de Soure aos Templários, por D. Afonso Henriques (19 de Março). Primeira notícia sobre a ordem em Portugal.

D. Teresa doa aos Hospitalários o mosteiro da Leça do Balio.

Tentativa de pacificação entre D. Teresa e o partido senhorial revoltado (Março).

D. Afonso Henriques, em Abril, confirma sozinho o foral de Guimarães. Em Maio promete conceder privilégios à Sé de Braga quando obtivesse o governo do condado.

D. Teresa outorga carta de Couto ao mosteiro de Grijó em Maio. Confirma-se que o governo do condado estava dividido, com D. Afonso Henriques a controlar o Norte do Douro, e D. Teresa, o Sul.

Combate de S. Mamede (24 de Junho). D. Afonso Henriques assume o governo do condado, rejeitando a tutela galega.

D. Teresa, Fernão e Bermudo Peres de Trava, com outros barões portucalenses, da nobreza de Entre-Douro-e-Minho, são expulsos para a Galiza. Fernão recebe de Afonso VII a tenência de Límia.

Arcebispo de Braga vê aumentado o seu couto espiscopal. Recebe o cargo de capelão-mor, de chanceler-mor e o direito de cunhar moeda.

 

 
 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009