© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1457: Universidade hussita

 

 

1450 1451 1452 1453 1454 1455 1456 1457   1458 1459 1460

 

   Século XIV  Linha do Tempo    Século XVI

 Carlos VII, le Victorieux, rei de França (1422-1461)

Henrique VI, rei de Inglaterra (1422-1461 e 1470-1471).

Casimiro IV Jagiellon, rei da Polónia (1447-1492).

Mehmed II, o Conquistador (1451-1481)

Imperador Tianshun na China (1457-1464).

 

 
Papa Calisto III  (1455-1458)

Frederico III, Habsburgo (1440-1493)

Ladislau I, o Póstumo, rei da Boémia (1439-1457)

Jorge de Podiebrad, rei da Boémia (1457-1471)

Ladislau V, filho de Alberto de Habsburgo, rei da Hungria (1440-1457)

Afonso I (1442-1458), Rei das Duas Sicílias. Afonso V de Aragão.

Depois da morte de Ladislau I*, o Póstumo, sem descendência, é eleito rei da Boémia o hussita  Jorge de Podiebrad, Jiříz Poděbrad, apesar da oposição do Papa (1457-1471). Recebe a investidura do imperador Frederico III e assume o programa moderado de conciliação dos hussitas moderados com os católicos.

Conflito entre Nicolau de Cusa e Segismundo da Áustria.

Imperador Tianshun na China (1457-1464).

 

A Boémia (Cesky), incluindo a Morávia, foi, desde 1029, um reino independente; com o Imperador Segismundo (1419-1437), vive um período de guerra civil com a agitação religiosa dos hussitas, os partidários do reformador Jan Hus, condenado à fogueira pelo Concílio de Constança de 1416; de 1457 a 1471, será eleito rei da Boémia o hussita Jorge de Podiebrad.

 

Em 1526 passou para os Habsburgos austríacos, com Fernando I, mantendo-se em tal situação até 1918. Sofre as consequências da Guerra dos Trinta Anos, passando de quatro milhões de habitantes para cerca de 800 000. Um dos eleitores do Sacro-Império; ver Checa, República 

 

 Reinado de D. Afonso V

São interrompidas as viagens de exploração marítima, face aos preparativos e à mobilização para a conquista de Alcácer-Ceguer.

Aparece uma moeda de ouro puro, o cruzado.

Alvará de 7 de Outubro proíbe a exportação de cour0. 
Fundada a Universidade hussita dos Irmãos Morávios 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009