José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1605: Shakespeare e Cervantes

 

 

 1601 1602 1603 1604 1605   1606 1607 1608 1609

 

Século XVI Linha do Tempo Século XVIII

 

Henrique IV, rei de França (1589-1610)

 

Jaime Stuart, como Jaime I, rei de Inglaterra (1603-1625)

Rudolfo II, Habsburgo, imperador alemão (1576-1612)

 
 

 

Falso Dmitri é aclamado czar, na sequência do assassinato do czar Fiodor II, filho de Boris Godunov. Boris morre no dia 13 de Abril.

A revolta contra Fiodor desencadeia-se em 1 de Junho. Dmitri é coroado em 30 de Julho.

Une-se a mujiques e cossacos, converte-se ao cristianismo e tem o apoio de Segismundo, rei da Polónia.

 

Parece que o falso Dmitri  era o monge Grichka Otrepiev (1580-1606).

A Rússia passa a viver a té 1613 o tempo das perturbações, apenas encerrado com a subida ao trono dos Romanov.

 

 

Gunpowder Plot; falha conspiração católica de Guy Fawkes contra Jaime I (5 de Novembro).

 

 

Habsburgos perdem Esztergom para os turcos otomanos. Tinham conquistado tal posição dez anos antes.

Suecos derrotam polacos e lituanos na batalha de Kirchholm (27 de Setembro).

Ambrogio Spinola ocupa Watchendonk (27 de Outubro).

 

Dschahangir, Djahangir ou Jahangir  (1569-1627), filho de Akbar, imperador moghul, de  3 de Novembro de 1605 a 28 de Outubro de 1627.

 

  

Filipe III (II)

Holandeses chegam às Molucas.

D. Pedro de Castilho, bispo de Lisboa, vice-rei (1605-1607)

Ataques holandeses ao Brasil. Duram até 1627.

Conquista holandesa da ilha de Amboíno.

Instalação dos holandeses nas ilhas de Maluco.

Colégio da Companhia de Jesus em Portalegre.

 

Leão XI Alessandro de Medici (1605, 1 mês). Eleito no dia 1 de Abril.

 

Paulo V Camilo Filippo Borghese (1605-1621). Eleito em 16 de Maio. Entra em conflito com Veneza. Assume a neutralidade no confronto entre a Espanha e a França. Lança uma cruzada contra os Turcos.

 

Francis Bacon, Advancement of Learning

 

Tommaso Campanella, Monarchia Del Messia

 

Grotius, De Jure Praedae

 

Clapmar, De Arcanis rerum publicarum, em seis livros

 

William Shakespeare, King Lear e Macbeth.

 

Cervantes publica o D. Quixote (1605-1615).

 

Francisco Rodrigues Lobo, Éclogas.

 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008 Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009