© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1702: Ana Stuart

 

 

 

1700 1701 1702   1703 1704 1705 1706 1707 1708 1709 1710

 

Século XVI  Linha do Tempo

 

  1699-1709 Guerra do Norte

1700-1714 Guerra da Sucessão da Espanha

 Luís XIV, rei de França

 

Guilherme III (1689-1702) rei britânico

 

Filipe V, Bourbon, rei de Espanha (1700-1724)

 

Leopoldo I Habsburgo  (1658-1705)

 

 
 

Morte de Guilherme III de Orange (8 de Março). Sucede-lhe Ana Stuart* (rainha da Grã-Bretanha e da Irlanda 1702-1714).

Filha de Jaime II e irmã de Maria, também ela protestante, casada com Jorge,  rei da Dinamarca, desde 1683.

Apoiada pelos whigs, tradicionais inimigos da França.

Em 14 de Dezembro, John Churchill é feito duque de Marlborough.

Inglaterra declara oficialmente guerra a Luís XIV (14 de Maio).

 

As Províncias Unidas abolem o Stathouderat e assumem a forma republicana.

 

Orange. Antigo principado da Provença, encravado no condado de Venaissin que nos séculos XVI e XVII teve como titualres elementos da família Nassau; a cidade foi conquistada por Luiís XIV em 1660; em 1702 foi agregada à França, sendo tal integração confirmada pelo Tratado de Utreque de 1713; contudo, a família Nassau, ainda hoje reinando nos Países Baixos, conserva o título de príncipes de Orange

Suecos de Carlos XII ocupam Varsóvia (Maio). Em seguida, os polacos voltam a ser derrotados pelos suecos na batalha de Kliszow.

Russos obtêm vitórias contra os suecos.

 

Batalha de Luzzara. Vendôme vence os imperiais (15 de Agosto).

Churchill cerca Venlo (Setembro).

Nova derrota dos imperiais em Friedlingen (15 de Outubro).

Batalha naval de Vigo. Uma esquadra anglo-holandesa contra um comboio espanhol que regressava do México, protegido pelos franceses (Outubro). Falha a conquista de Cádis, mas Churchil cerca Liége.

 

Revolta dos calvinistas em Cévennes (Dezembro).

Reinado de D. Pedro II

Tratado de neutralidade assinado por Portugal com a Inglaterra e os Estados Gerais das Províncias Unidas. (22 de Agosto)

Convenção de Lisboa sobre a neutralidade e a liberdade de navegação entre Portugal e Espanha. (16 de Setembro )

Em Setembro de 1702, D. Pedro II, por acção do embaixador inglês John Methuen, anula o tratado anterior e estabelece formas de cooperação com os ingleses. O Tratado de Methuen assinado em 27 de dezembro de 1703. Foram seus negociadores o embaixador extraordinário britânico John Methuen, por parte da Rainha Ana da Grã-Bretanha, e D. Manuel Teles da Silva, marquês de Alegrete.

Lei contra o luxo em Portugal.

Regimento das Minas de Ouro. Fundação da Casa dos Quintos no Rio de Janeiro. Era aí que o ouro em pó era fundido e se retirava o quinto para o rei. Início de um Curso de Filosofia no Porto.

Novas desordens entre os cristãos de Macau.

Nomeado o primeiro governador de Timor. António Coelho Guerreiro (1702-1705). Estabelece-se em Lifau, Ocussi. Assume o título de capitão-geral das ilhas de Timor e Solor.

 
Bento de Moura Portugal (1702-1766), engenheiro, autor de Inventos e vários planos de melhoramento para este reino, escritos nas prisões da Junqueira, obra apenas publicada em 1821.

 

Cavaleiro de Oliveira (1702-1783).

 

Edward Hyde. Antigo ministro de Carlos I e Carlos II, 1º conde de Clarendon (1609-1674) publica History of the Great Rebellion and Civil Wars in England. Obra escrita em 1641 e que vai ser publicada de 1702 a 1704.

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009