© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

600-609: Conversão dos lombardos e Papa Bonifácio IV

 

 

Phocas

 

550-559   560-569   570-579  580-589  590-599  600-609    610-619 620-629

 

Séculos I a V  Linha do Tempo   Século XI

   Papa S. Gregório I Magno (590-604)
Eslavos atacam Salonica (600).

Phocas, o Tirano, usurpador do título de imperador do Oriente (602-610)*. Assassina o seu antecessor Maurício I bem como os seus quatro filhos. Antigo oficial subalterno de uma unidade do Danúbio e chefe dos centuriões. Reaviva-se o velho fantasma romano da anarquia militar. Apoiado pelos italianos e pelo próprio papa Gregócio Magno.

Lombardos conquistam Pádua (602), Cremona e Mântua (603).

Recomeça a guerra dos Sassânidas contra os Bizantinos (603).

Conversão dos lombardos ao cristianismo (603).

Ordenações do príncipe Shotuku no Japão: o país não tem dois chefes, o povo não tem dois senhores (604).

Japão manda uma embaixada à China (607).

Yang-ti sobe ao trono na China (605). Chineses voltam a dominar na Ásia Central (609).

Reinado de Harcha Vardana na Índia (606-647). 
Liuva II, rei visigodo de Toledo 601-603.

Witerico, rei visigodo de Toledo 603-610. 
Morre S. Leandro (600).

 

Papa Sabiniano (604-606).

Autorizado o budismo no Japão (604).

 

Morte de Agostinho de Cantuária, evangelizador dos anglo-saxões (605)

 

Papa Bonifácio III (607) (9 meses)

 

  Papa S. Bonifácio IV (608-615).

 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009