1984
 

Janeiro
Washington retoma relações com o Vaticano

 

 

Brunei torna-se independente, depois de 150 anos de protectorado britânico (1 de Janeiro)

Revoltas dos abastecimentos na Tunísia (3 de Janeiro). Idênticas manifestações em Marrocos (19 de Janeiro)

EUA e o Vaticano reatam relações diplomáticas, suspensas há cem anos (10 de Janeiro)

China: Zhao Ziyang visita os Estados Unidos da América (10 a 16 de Janeiro)

Espanha: criada a Fundação Gala-Salvador em Espanha, com Dali a ceder 621 obras para a mesma (11 de Janeiro)

Realizam-se eleições legislativas na Dinamarca (10 de Janeiro)

A França assume a presidência do Conselho das Comunidades Europeias (1 de Janeiro).

A impaciência do PS – Mário Soares admite que o PS fique sozinho no governo em caso de ruptura da coligação (18 de Janeiro).

A incapacidade do Bloco Central Reunião do PS e do PSD na Rua da Emenda, sobre o caso do aborto, da remodelação e da RTP. José Luís Nunes é eleito líder parlamentar do PS (12 de Janeiro). Mota Pinto e Mário Soares reúnem com João Salgueiro e Vítor Constâncio para análise da situação económica (14 de Janeiro). Mota Amaral, em declarações à Rádio Renascença ameaça: o PSD deve afastar-se da coligação se o PS votar a liberalização do aborto (14 de Janeiro).

Eanistas promovem em Coimbra um encontro comemorativo da reeleição do general (15 de Janeiro). O presidente declara não ser co-reponsável pela actuação do governo e abre a porta à criação de um novo partido. Segue-se encontro de eanistas em Tomar, onde se proclama a frustração face à não concretização das esperanças do 25 de Abril (6 de Maio). Anuncia-se a formação de um partido eanista, na sequência de reunião de 120 apoiantes do presidente, ocorrida em Abrantes (30 de Junho). Ramalho Eanes admite, finalmente, que poderá formar um partido político, mas apenas depois de completar o mandato presidencial (9 de Dezembro).

Católicos contra o aborto e o jacobinismo – Nota pastoral do episcopado manifesta-se contra a despenalização do aborto (Janeiro). D. António Ribeiro ameaça apelar ao voto contra os partidos que apoiem a mudança da lei sobre a interrupção voluntária da gravidez (22 de Janeiro). D. Eurico Nogueira promove manifestações de católicos em Braga. Manifesta-se também a Confederação das Associações de Família, liderada pela antiga secretária de Estado Teresa da Costa Macedo.

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: