© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1631: Revoltas na Biscaia e importo da meia anata

 

 

1628 1629 1630 1631   1632 1633 1634 1635 1636 1637 1638 1639 1640

 

Século XVI Linha do Tempo Século XVIII

 

 Luís XIII, rei de França

 

Carlos I, Stuart (1625-1649)

 

Imperador Fernando II (1619-1637)

 
 
Participação activa da França na guerra. Alia-se à Suécia, aos Países Baixoa e ao Saxe.

Tratado de Barwalde. Acordo entre a França e o rei da Suécia Gustavo Adolfo (23 de Janeiro). França compromete-se a uma subvenção para o rei sueco e este compromete-se a respeitar a neutralidade da Baviera e da Liga Católica.

Saque de Magdeburgo por Tilly (20 de Março). Príncipes protestantes aliam-se a Gustavo Adolfo.

Suecos de Gustavo II Adolfo, aliados ao Saxe, vencem os imperiais, comandados por Tilly, em Breitenfeld, perto de Leipzig (17 de Setembro). Rei da Suécia consegue mobilizar como aliados quase todos os príncipes protestantes.

  

 

 

 Reinado de Filipe IV (III)

No reinado de Filipe IV (1621-1665) e do seu primeiro-ministro Conde Duque de Olivares*, há uma série de revoltas secessionistas: na Biscaia em 1631-1632.

Criado o cargo de Secretário da Índia e das Conquistas.

Imposto da meia anata sobre os rendimentos efectivos dos ofícios e outras mercês, chegando ao pagamento de metade do rendimento anual do cargo. Há imediata reacção da classe alta.

São intensos os preparativos para o socorro ao Brasil.

Filipe III/IV oferece 500 000 cruzados da sua própria fazenda. Há um empréstimo forçado, destinado a arranjar fundos para a recuperação do Pernambuco. São indultados presos com penas leves que quisessem integrar a expedição.

Perturbações em Beja. As autoridades são impedidas de levar a cabo uma leva de soldados, destinados ao Brasil.

Parte de Lisboa uma esquadra de auxílio ao Brasil, comandada por D. António de Azevedo. Mas esta frustra-se, dado que é vencida em pleno mar.

Batalha de Abrolhos no Pernambuco, contra os holandeses.

Olinda é incendiada pelos holandeses. 

Árabes e cafres massacram portugueses em Mombaça.

Dinamarqueses assaltam Coulão.

Missionários dominicanos e franciscanos juntam-se aos jesuítas, na missionação da China. 
O inglês passa a substituir o latim nos tribunais britânicos.

 

Frei António das Chagas (1631-1682).

 

António de Sousa de Macedo, Flores de España, Excelencias de Portugal. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009