1981
 

Setembro
Abolida a pena de morte na pátria da guilhotina

 

 

Referendo no Egipto aprova a proibição dos "Irmãos Muçulmanos" (10 de Setembro). Embaixador soviético é expulso do Cairo (15 de Setembro)

Conservadores conseguem maioria absoluta nas eleições da Noruega (14 de Setembro)

Abolição da pena de morte em França (18 de Setembro)

Independência do Belize, antigas Honduras Britânicas (21 de Setembro)

O quadro "Guernica" de Picasso volta a Espanha, largando Nova Iorque, onde estava desde 1939 (10 de Setembro).

Governo nº 117 o III Governo da AD, II Governo de Pinto Balsemão, VIII Governo Constitucional (4 de Setembro). São mobilizados os três chefes dos partidos da Aliança Democrática: para além de Balsemão (PSD), Freitas do Amaral (CDS), como vice-primeiro ministro e da defesa naciona, e Gonçalo Ribeiro Teles (PPM), como ministro de Estado e da qualidade de vida.

Outros ministros são, pelo PSD: João Salgueiro(ministro de Estado e das finanças e plano), Fernando Amaral (ministro adjunto do primeiro-ministro), Marcelo Rebelo de Sousa (assuntos parlamentares, desde 16 de Junho), Ângelo Correia (administração interna), Menères Pimentel (justiça e reforma administrativa), André Gonçalves Pereira (estrangeiros, até 9 de Junho, quando lhe sucede Vasco Futcher Pereira), Meneres Pimentel, Fraústo da Silva, Queirós Martins (trabalho, substituído por Luís Morales em 12 de Junho), Vítor Crespo (substituído por Fraústo da Silva em 12 de Junho) e Viana Baptista (habitação, obras públicas e transportes).

Pelo CDS: Luís Barbosa (assuntos sociais), Basílio Horta (agricultura e pescas), Bayão Horta (indústria, energia e exportação), Francisco Lucas Pires (cultura e coordenação científica).

O canto do cisne – Bomba das FP25 em Felgueiras (27 de Setembro).

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: