1983
 

Abril
Assassinato de um palestiniano no Algarve

 

 

Paris expulsa 47 diplomatas soviéticos (4 de Abril)

Eleições na Áustria: os socialistas de Bruno Kreisky perdem a maioria absoluta; estavam no poder há 13 anos; demissão de Bruno Kreisky* (24 de Abril). O também socialista Fred Sinowatz sucede-lhe no cargo de chanceler

Assassinado em Albufeira, Issam Sartawi, líder palestiniano que participava numa reunião da Internacional Socialista (10 de Abril)

63 mortos na embaixada dos EUA no Líbano, depois do rebentamento de uma viatura armadilhada (18 de Abril)

Terrorismo – Durante o XVI Congresso da Internacional Socialista em Montechoro, é abatido, por um comando da organização Abu Nidal, um observador da OLP, Issam Sartawi (7 de Abril).

Eleição nº 68 Eleição da Assembleia da República (25 de Abril). 250 deputados. 7 337 064 eleitores. 5 707 695 votantes. Assiste-se a uma espécie de empate técnico entre as principais forças concorrentes. O PS de Mário Soares sai vencedor com 36,1%, mas o PSD, com 27,2%, não soçobra. E se os comunistas podem ficar satisfeitos com os 18,1% alcançados pela APU, eis que o CDS da jovem liderança de Lucas Pires, ao obter 12,6%, alimenta algumas esperanças. O eleitorado, se pune a Aliança Democrática, não volta a dar autonomia liderante ao Partido Socialista, pelo que, à maneira da fusão de 1865, os candidatos ao modelo rotativista fazem um acordo de irmãos-inimigos, nascendo o chamado Bloco Central, um acordo entre o PS e o PSD visando um governo comum (4 de Junho de 1983).

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: