1987
 

Março
Controlar a
détente

 

 

Morte de Bertrand de Jouvenel* (3 de Março)

Demissão do governo de Bettino Craxi (3 de Março)

Onda de greves na Jugoslávia, face ao aumento dos preços (4 de Março)

Cimeira franco-espanhola (11 de Março)

Eleições legislativas na Finlândia; mantém-se a maioria dos sociais-democratas; subida dos conservadores e dos centristas (15 de Março)

Na Checoslováquia, Gustav Husak anuncia programa de reformas (18 de Março)

Willy Brandt demite-se de Presidente do SPD (23 de Março)

Encontro de Kohl e Mitterrand, defesa de uma détente controlada (28 de Março)

Acordo entre Pequim e Lisboa sobre Macau é assinado por Ramalho Eanes durante uma visita oficial à China (19 de Março). Neste território, dominado pelas estruturas socialistas, onde quase todos os grandes partidos obtêm financiamentos, dá-se um episódio de autêntica tragicomédia, quando o ex-ministro João Rosado Correia obtém uma mala de dinheiro do empresário Ng Fok (200 mil contos), mas que acaba por ser interceptado em pleno aeroporto de Hong Kong por António Vitorino e Carlos Beja, então adjuntos de Carlos Monjardino, que aí os manda, acusando Rosado Correia de abuso de confiança. Mas este A cena chega a receber caricaturas nos jornais da colónia britânica, mas não impediu a ascensão das personalidades intervenientes aos mais altos cargos políticos, financeiros, simbólicos e autárquicos, tanto em Portugal como na Europa. Como José António Barreiros confessa a José Freire Antunes, regressei de Macau em1988, onde fui espectador comprometido da árvore das patacas e do pior que o colonialismo socialista soube engendrar. Vi onde estavam então muitos irmãos e, sobretudo, ao que andavam. Barreiros há-de romper com o GOL e candidatar-se a autarca pelo PSD.

PSD O PSD, através de Dias Loureiro considera que nós prosseguimos interesses nacionais, iniciámos um novo ciclo, os outros apenas fazem jogadas políticas (27 de Março). Eduardo Prado Coelho, na RTP, é compreensivelmente simpático para com o cavaquismo e este justamente o compensa com adequada sinecura parisiense (27 de Março). Outros membros do Clube da Esquerda Liberal aderem ao cavaquismo, bem como inúmeras figuras da direita clássica, da extrema-direita e do freitismo, de tal maneira que um dos órgãos do novo situacionismo é o semanário O Diabo, marcado por ex-nacionalistas revolucionários e es-militantes do MDLP e do ELP que aderiram ao PSD.

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: