© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

 

1527: Saque de Roma e república em Florença

 

 

1518 1519 1520 1521 1522 1523 1524 1525 1526 1527   1528 1529 1530

Século XV Linha do Tempo Século XVII

  Francisco I, Valois, rei de França (1515-1547)
 

Henrique VIII, Tudor, rei de Inglaterra (1509-1547).

 

Carlos I de Espanha, imperador do Sacro Império (como Carlos V); rei de Aragão a partir de 1516; regente de Castela em nome da mãe entre 1516 e 1555 e rei de jure entre 1555 e 1556; unifica as duas coroas e torna-se o primeiro rei de Espanha (1555-1556).  Carlos V Habsburgo (1519-1530). Abdica em 1556 mas, não formalmente,  até 1558.

 

Segismundo ou Zygmunt I, o Velho, Jagelão, rei da Polónia (1506-1548)

Solimão II, o Magnífico (1520-1586)

Papa Clemente VII (1523-1534)

 

Fernando da Áustria é eleito rei da Croácia (1 de Janeiro).

Saccio di Roma (6 de Maio)*. Assalto e saque de Roma pelas tropas imperiais, comandadas pelo Condestável de Bourbon, constituídas, sobretudo, por mercenários luteranos, liderados por Jorge de Frundsberg, contra a liga formada pelo Papa, a França. Veneza, Milão e Florença. Papa Clemente VI tem de concluir a paz com Carlos V.

Utreque anexado aos Países Baixos.

Margarida, rainha de Navarra.

Nasce em Valladolid Filipe II, filho de Carlos V, imperador da Alemanha, e da imperatriz D. Isabel, filha de el-rei D. Manuel, de Portugal.

Henrique VIII pede ao papa Clemente VII a anulação do seu casamento com Catarina de Aragão. Invoca que esta foi anteriormente casada com o seu irmão. O papa não lhe satisfaz a pretensão, preferindo a influência de Carlos V, de quema rainha era tia. As negociações com Roma são conduzidas por Wolsey.

Luteranismo na Suécia. Gustavo I, Vasa, na dieta de Vastaras, cria uma igreja nacional protestante na Suécia.

Luteranismo em Marburgo.

Mohgul, na Índia, vence a batalha de Khanwa (17 de Março), confirmando o domínio do norte do subcontinente..

 
Reinado de D. João III

Epidemia de peste.

Criação de uma fábrica de papel no Mosteiro de Alcobaça.

Nasce a infanta D. Maria (15 de Outubro) que, em 1543, vai casar com  Filipe II.

D. João III ordena o primeiro "numeramento" feito à população portuguesa, entre 1527 e 1532.

Encabeamento das sisas. Passa a haver um quantitativo fixo, por concelho.

Embaixada francesa a Portugal para tratar do casamento da filha primogénita de Francisco I com o Infante D. Luís. (Setembro).

 

D. João III ordena o primeiro "numeramento" feito à população portuguesa, entre 1527 e 1532: 1.200.000 habitantes. Segundo o numeramento ou cadastro de 1527-1532, pode ver-se a extensão dos domínios senhoriais. O Duque de Bragança tem 25,6% de Entre Douro e Minho, 34,3% de Trás os Montes (contra 20% do REi) e 13 % Entre Tejo e Odiana. O Marquês de Vila Real, 4% de Entre Douro e Minjuo e 10,6% de Trás-os-Montes. A Ordem de Santiago 11,9% da Estremadura e 21% do Alentejo. A Ordem de Cristo, 3,45 e 2,5% e O prior do Crato 0,7% e 3,5%. Há cerca de 634 unidades administrativas sem uma estrutura intermediária entre a base e o rei Chama-lhe cidade, vila, concelho, couto honra terra julgado comenda lugar. 127 a sul do Tejo. Cerca de um quinto da população em Entre Douro e Minho. Dessas subunidades só 91 cidades e vilas, cerca de 22% dos fogos,  têm assento nas Cortes (dados de 1535). Apenas 37 subunidades tem mais de 500 fogos (18,5% do total).

 

Padre Pedro Ribadeneyra  (1527-1611)ö1595.

 

Representação da peça "Farsa dos Almocreves" de Gil Vicente.

República em Florença. Os Medici são derrubados pelos Piagnon, devotos de Girolamo Savonarola. O novo regime dura apenas até 1530.

Nova revolução em Florença afasta Maquiavel dos favores do poder que tinha recebido no ano anterior. Morre nesse ano. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009