© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1561: O mapa de Álvares Seco

 

 

1558 1559 1560 1561   1562 1563 1564 1565 1566 1567 1568 1569 1570

 

  Século XV Linha do Tempo Século XVII

 Carlos IX,  rei de França (1560-1574)

Isabel I, rainha de Inglaterra (1558-1603).

Filipe II, rei de Espanha (1556-1598)

Fernando I, imperador alemão (1556-1564)

Frederico II (Frederik II), rei da Dinamarca (1559-1588).

Papa Pio V (1559-1565)

Filipe II estabelece em Madrid, definitivamente, a capital da sua monarquia.

 

Catarina de Médicis, aconselhada por Michel de l’Hopital,  tenta acordo entre protestantes e católicos, reunindo-os no falhado colloque de Poissy (Setembro)

 

Regresso de Maria Stuart à Escócia (19 de Agosto)*, após treze anos em França. A rainha, nascida em 1542, ano em que sobe ao trono, será titular do reino da Escócia até 1567. Rainha consorte de França em 1559-1560.

 

Terceira fase do Concílio de Trento (1561-1563). Com Frei Bartolomeu dos Mártires.

 

Ivan, o Terrível, aniquila a Ordem Teutónica

 

A Livónia torna-se província polaca.

 

 Reinado de D. Sebastião, regência de D. Catarina

Alvará determina que ninguém pode matricular-se em leis e cânones na Universidade sem prévia certidão do Colégio das Artes.

Colégio da Companhia de Jesus em Bragança.

 

Procuração de D. Sebastião para que D. Fernão Martins Mascarenhas o represente no Concílio de Trento. (28 de Setembro).

Os trinitários, da Ordem da Santíssima Trindade, passam a ter a administração do resgate dos cativos. D. Afonso V tinha-lhes retirado tal missão, integrando-a no chamado Tribunal dos Cativos.

 

Estácio de Sá parte do porto de Santos para a Guanabara.

 

D. Francisco Coutinho, vice-rei da Índia.

 

Bispo de Malaca manda Frei António da Cruz para Solor e Flores, passando em seguida pra Timor. Os missionários dominicanos começam a estabelecer-se nas ilhas, criando-se uma capitania, nomeada pelos padres.

 

O primeiro reino convertido foi o de Mena, no Servião (perto de Oé-Cussi), onde em 1590 já havia uma igreja. As missões de Solor e Timor ficaram foram até 1834 confiadas a estes frades, na dependência dos Bispos de Malaca. Para defesa das missões e dos interesses dos portugueses, os missionários ergueram um forte em Solor, cuja capitania foi confiada a fidalgosportguses idos de Goa.

Missão do padre jesuíta Gonçalo da Silveira ao Monomotapa, convertendo-o ao cristianismo. O padre é martirizado em 15 de Março.

 

 
Francis Bacon (1561-1626)ö1597.

 

Guicciardini, História de Itália.

 

Gaspar Correia, Lendas da Índia. No ano da morte do autor.

Luís de Camões, depois de um período de degredo, regressa a Goa.

 

Gaspar Barreiros, Corografia.

 

Atlas Universal de Diogo Homem.

 

António de Gouveia, Opera iuris civilis.

 

John Knox, Book of Discipline.

 

Publicação em Veneza do mais antigo "Mapa de Portugal" de Fernando Álvares Seco. A primeira carta que fixa numa só folha todo o território de um país. Uma carta que parce ter sido elaborada entre 1531 e 1539 e cuja publicação foi antecedida pelo medida tomada por Filipe II, em 1559, quanto ao estabelecimento de alfândegas entre Portugal e Castela. Já antes D. Manuel ordenara ao seu escudeito Duarte de Armas que registasse as frotalezas junto à raia de Castela. 

  
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009