© José Adelino Maltez, Crónica do Pensamento Político, editada em Dili, na ilha do nascer do sol, finais de 2008

 

 

1564: Maximiliano II e Paz de Troyes

 

Maximiliano II

 

1558 1559 1560 1561 1562 1563 1564   1565 1566 1567 1568 1569 1570

Século XV Linha do Tempo Século XVII

 Carlos IX,  rei de França (1560-1574)

Isabel I, rainha de Inglaterra (1558-1603).

Filipe II, rei de Espanha (1556-1598)

Fernando I, imperador alemão (1556-1564).

 

Frederico II (Frederik II), rei da Dinamarca (1559-1588).

 
Papa Pio V (1559-1565)

Morte de Fernando I, sucedendo-lhe Maximiliano II como imperador alemão (1564-1576)*. Este fica com a Boémia, a Hungria e a Áustria. Os irmãos Fernando e Carlos com outras possessões.

Nascido em 1527. Neto de Maximiliano I e filho de Fernando I. Rei da Alemanha e da Boémia em 1562, rei da Hungria em 1563.

Guerra comercial entre a Inglaterra e os Países Baixos.

Paz de Troyes entre a França e a Inglaterra que reconhece à França a posse de Calais (12 de Abril).

Revolta dos boiardos contra Ivan IV (Dezembro). O czar vai criar a opritchnina, determinando que metade das terras dos boiardos passem a ser um apanágio da coroa. 

 Reinado de D. Sebastião, regência de D. Catarina

Determina-se que os decretos do Concílio de Trento passem a vigorar como leis do reino.

Novo regimento para o Terreiro do Trigo.

O regime do encabeçamento das sisas entra em vigor (1564-1565).

Portugal responde ao apelo de Filipe II para apoio à reconquista da cidade de Beles da Gomeira, em Marrocos. Enviada frota comandada por Francisco Barreto.

Carta credencial de D. Sebastião em favor de Ayres Cardoso, para que tratasse em Londres da questão dos navios ingleses que apartavam nas possessões portuguesas de África (26 de Setembro).

João de Mendonça, governador da Índia. Em seguida, D. António de Noronha, vice-rei.

Início do povoamento da Guanabara.

 
Charles Loyseau (1564-1627)ö1610.

 

Shakespeare (1564-1616).

 

Galileu (1564-1642)

Morte de Miguel Ângelo (18 de Fevereiro).

 

 

D. Jerónimo Osório De Justitia, Colónia. No ano em que se torna bispo de Silves.

 

Pedro da Fonseca, Institutionum Dialecticarum libri octo.

 

Frei Bartolomeu dos Mártires, Catecismo.

 

Pio IV, Index Librorum Prohibitorum.

Fundação da Congregação do Oratório por S. Filipe de Néry.

Primeiro livro impresso em Moscovo. 
 

© Editado por José Adelino Maltez em Dili, Universidade Nacional de Timor Leste, ano de 2008

 

Última revisão:15-02-2009