1979
 

Maio
Tempos de revolução conservadora

 

 

Socialistas de Bruno Kreisky vencem as eleições na Áustria (6 de Maio de 1979)

O democrata-cristão Karl Carstens é eleito presidente da RFA (23 de Maio)

Grécia assina tratado de adesão à CEE; a entrada foi marcada para 1 de Janeiro de 1981 (28 de Maio)

Reino Unido: Vitória dos conservadores nas eleições britânicas; conseguem 339 lugares, contra 268 trabalhistas, 11 liberais e 17 diversos (3 de Maio). Margaret Thachter sobe ao poder e inicia uma política neoliberal (15 de Maio)

Bispo negro Abel Muzorewa forma governo na Rodésia (30 de Maio)

Reformas – Assembleia da República aprova amnistia para crimes políticos de carácter militar, ocorridos depois do 25 de Abril de 1974 (18 de Abril). Aprova também o Serviço Nacional de Saúde, proposto pelo PS, com votos contra do CDS e abstenção do PSD. O projecto é inspirado pelo socialista António Arnaut, futuro grão-mestre do Grande Oriente Lusitano (16 de Maio).

Assassinato de Ferreira Torres, um dos líderes nortenhos da luta anti-comunista, numa nebulosa operação, onde a clandestinidade das coisas políticas e o nevoeiro do mundo dos negócios se conjugam (16 de Maio).

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: