1953
 

Julho
De
Poujade ao assalto do quartel de Moncada

 

 

Eleições na Islândia; vitória da oposição progressista (1 de Julho)

Imre Nagy* substitui Rakosi na Hungria (4 de Julho)

França: inicia-se o movimento de Pierre Poujade (22 de Julho)

Itália: Alcide de Gasperi abandona a chefia do governo; sociais-democratas tinham-lhe negado apoio parlamentar (28 de Julho)

Em Cuba, um grupo de trinta intelectuais, liderados por Fidel de Castro, então com 26 anos, tentaram assaltar o quartel Moncada, a 30 Km da capital. O Partido Comunista de Cuba, apressa-se a criticar o aventureirismo dos assaltantes (26 de Julho). Castro, preso e julgado, editando a sua defesa com o título A História me Absolverá, é amnistiado no ano seguinte, refugiando-se no México.

Armistício de Pan Mun Jon põe fim à guerra da Coreia (27 de Julho)

A Alta Autoridade obriga as ententes existentes a que se declarem ou a que solicitem autorização para se constituirem (11 de Julho)

Câmara baixa dos Países Baixos aprova o projecto de exército europeu (23 de Julho)

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: