1958
 

Dezembro
Eleições em França, enquanto Fidel de Castro começa o cerco a Havana

 

 

Segunda volta das eleições legislativas em França; UNR, Union pour la Nouvelle Republique, obtém 126 lugares, MRP- 30; SFIO, 19; CNI-67, PCF- 6 (1 de Dezembro). A Argélia elege 71 deputados (48 são muçulmanos e um deles, Boualem, torna-se até vice-presidente da Assembleia Nacional). Inevitável maioria do novo partido gaullistas, .

De Gaulle é eleito para a Presidência da República Francesa e da Comunidade Francesa por um colégio de grandes eleitores (21 de Dezembro)

Surge o plano Pinay-Rueff de saneamento financeiro, com 17,5% de desvalorização do franco (Dezembro)

Em Cuba, os guerrilheiros de Fidel começam o cerco a Havana, em Dezembro de 1958

Malogro nas negociações da OECE para a criação de uma zona de comércio livre, dada a condenação feita por suecos, suíços e britânicos do programa de desarmamento aduaneiro entre os seis, a entrar em vigor a partir de 1 de Janeiro de 1959 (15 de Dezembro).

Entra em vigor o Acordo Monetário Europeu, terminando as actividades da União Europeia de Pagamentos (29 de Dezembro)

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: