1959
 

Julho
Prevista a criação da EFTA e CEE adopta a bandeira azul das doze estrelas

 

 

Indonésia: Sukarno retoma a constituição presidencialista de 1945 e defende o socialismo indonésio e o Nasakom, a aliança de forças nacionalistas, religiosas e comunistas (5 de Julho)

Eleições na República Árabe Unida, com a União Nacional de Nasser a crescer e os baasistas a recuar (8 de Julho)

Admissão da Espanha na OECE, seguindo-se medidas de abertura ao Mercado Comum (20 de Julho).

Sete países da Organização Europeia de Cooperação Económica (OECE), a saber, Áustria, Dinamarca, Noruega, Portugal, Suécia, Suíça e Reino Unido, decidem criar uma Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA) (20 e 21 de Julho).

Sarre é integrado na RFA, conforme os acordos de Outubro de 1956 (5 de Julho)

Primeira reunião dos ministros das finanças dos seis em Bona (16-17 de Julho)

Retomada a conferência de Genebra sobre a questão alemã (13 de Julho a 5 de Outubro)

Bandeira azul com doze estrelas é adoptada como símbolo comum pela CECA e CEE (30 de Julho)

Turquia pede associação à Comunidade (31 de Julho)

Fundação da ETA por um grupo de católicos ditos progressistas (31 de Julho)

Bispo do Porto no exílio – Depois de longas e atribuladas negociações entre Roma e Lisboa, onde participa como intermediário D. José da Costa Nunes, o bispo D. António Ferreira Gomes é obrigado a deixar a diocese e o país, apenas podendo regressar dez anos depois (24 de Julho).

 

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

 

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: