Ver index da Biografia do Pensamento Político

 

Haas, Ernst B.

1924-2003

The UnitingEurope

1958

Habermas Jürgen

Com o aparecimento do Estado Providência acabaram as fronteiras entre o Estado e a Sociedade, surgindo uma esfera social repolitizada , que escapa à distinção entre o público e o privado, isto é,os antigos conflitos de interesses, que apenas resultavam do processo de trocas entre pessoas privadas, passaram para o âmbito do político.

1929

Technik und Wissenschaft als Ideologie 

1968

Haeckel, Ernst Heinrich

A política é a biologia aplicada

1834-1919

Die Welträtzel

1899

Haller, Karl Ludwig Von

1768-1854

Restauration der Staatswissenschaft

1816-1834

Hamilton, Alexander

Os homens são ambiciosos, vingativos e rapaces. Esperar uma contínua harmonia seria desperdiçar o curso uniforme dos acontecimentos humanos.

1755-1804

 

Federalist Papers

 

Harrington, James  

Government  is the empire of laws and not of men

1611-1677

Commonwealth (The) of Oceana

1656

Nicolai Hartmann

1882-1950

Die Philosophie des deutschen Idealismus 1923

Hauriou, Maurice  

Uma instituição é uma ideia de obra ou de empresa que se realiza e dura juridicamente num meio social

1856-1929

Théorie de l'Institution et de la Fondation

1925

Haushofer, Karl

1869-1946

 

Geopolitik der Selbstbestimmung

1923

Havel, Vaclav  

 

Enquanto é o Estado uma criação humana, os seres humanos são criação de Deus, logo parece que os esforços esclarecidos de gerações de democratas, a experiência terrível de duas guerras mundiais e a evolução da civilização finalmente obrigou a humanidade a reconhecer que os seres humanos são mais importantes do que o Estado

1936-

Ensaios Políticos 

1989

Hayek, Friedrich Augustus Von   

 

A maior parte das grandes realizações humanas não são o resultado de um pensamento conscientemente dirigido, muito menos o produto de um esforço deliberadamente coordenado de muitas pessoas, mas sim o resultado de um processo em que o indivíduo desempenha um papel que nunca consegue compreender plenamente

1899-1992

TheRoad of Serfdom

1944 

The Counter-Revolution of Science  

1952

Law, Legislation and Liberty

1973

Heck, Philipp

  Begriffsbildung und Interessenjurisprudenz 1929

Hegel, Georg Wilhelm Friedrich

 

A vida de cada povo faz amadurecer um fruto, porque a sua actividade visa realizar completamente o seu princípio. Mas esse fruto não é colhido pelo povo que o produziu. Não lhe é permitido desfrutá‑lo. Pelo contrário, esse fruto torna‑se Porque uma bebida amarga; não pode rejeitá‑la porque tem uma sede infinita e terá de provar essa bebida que é a sua ruína e, ao mesmo tempo o advento de um novo princípio. O fruto torna‑se germe, germe de um outro povo que há‑de amadurecer

1770-1831

Grundlinien der Philosophie des Rechts

1821 

Heidegger, Martin

O rigor de qualquer ciência não pode igualar a seriedade da metafísica e a filosofia não passa da colocação em movimento da metafísica

1889-1976

 

Sein und Zeit

1927

 

Heineccius

1681-1741

Elementa juris naturae et gentium

1737

Held, David

1951

Models of Democracy

1987

Helvetius

 

Les hommes sont si bêtes qu'une violence répétée finit par leur paraître un droit

1715-1771

 

De l’Esprit

1758

Herculano, Alexandre

Burguês de quatro costados, liberal ferrenho e proprietário, ainda que pequeno, tenho todos os sinais que caracterizam a “besta” do moderno apocalipse do evangelista Proudhon; sou tirano do operário

1810-1877

 

 

A Voz do Profeta

1837

O Portuguez

1853

  Carta a Oliveira Martins

1870

Herder, Johann Gottfried

 

Tal como a água de uma nascente recebe do solo donde brota a sua composição, as suas qualidades actuantes e o seu sabor, assim o antigo carácter dos povos proveio de traços raciais, do clima, do tipo de vida e da educação, das ocupações primitivas e das acções peculiares a cada um desses povos.

1744-1803

 

Ideen zur Philosophie der Geschichte der Menscheit

1784

Herz, John H.

1908-

International Politics in the Atomic Age

1959

 

Herzen, Aleksandr

O mundo actual deve morrer, já que sufoca o homem novo e obstrui o caminho futuro. Viva o caos! Viva a morte!

1812-1870

Kolokol

1856

Herzl, Theodor

 

A opressão e as perseguições não podem exterminar-nos..

1860-1904

   

Der Judenstaat

1896

Hirchman, Albert

1915

 

Exit, Voice and Loyalty 

1970

 

Hildebrand, Bruno

1812-1878

A Economia Nacional no Presente e no Futuro

1848

Hitler, Adolf

Nunca nenhum Estado foi fundado pela economia pacífica, mas sempre o foi pelo instinto de conservação da raça

1889-1945

 

Mein Kampf

1924

Hobbes, Thomas

Soberania, comando ou domínio supremo é este poder e direito de comandar e consiste no facto de cada um dos cidadãos transferir todas as suas forças e poder para aquele indivíduo ou aquela assembleia. Uma transmissão que não significa mais do que a renúncia ao direito próprio de opôr resistência

1588-1679

Cive (De) 

 1642 

Leviathan

1651

Hobhouse, Leonard Trelawney

The modern State is the distinctive product of a unique civilization. But it is a product which is still in the making, and a part of the process is a struggle between new and old principles of social order. To understand the new, which is our main purpose, we must first cast a glance at the old.

 

1864-1929

Liberalism

1911

 

Hobson, John Atkinson

 

Um dos sintomas mais estranhos da cegueira do imperialismo é a despreocupação com que a Grã-Bretanha, a França e outras nações imperialistas tomam este caminho. A Grã-Bretanha foi mais longe do que ninguém. A maior parte das batalhas com que conquistamos o nosso Império Indiano foram travadas por tropas indígenas; na índia, como ultimamente no Egito, grandes exércitos permanentes encontram-se sob o comando de britânicos; quase todas as nossas guerras de conquista na África, com excepção do Sul, foram feitas para nós pelos indígenas

1858-1940

Imperialism

1902

 

Hoffmann, Stanley

Como Aron, tenho tendência natural do pensar contra

1928

 

The State of War

1965

 

Höffe Otfried

1943-

Demokratie im Zeitalter der Globalisierung

1999

 

Holbach

 

Toute religion n'est qu'un système imaginé pour concilier des contradictions à l'aide des mystères

1723-1789

 

 

Système de la Nature ou des Lois du Monde Physique et du Monde Morale

1770

Holanda Sérgio Buarque de

...achar um paraíso feito de riqueza mundanal e beatitude celeste

1902-1982

Visão do Paraíso

1958

Holmes Jr., Oliver Wendell 

1841-1935

   
 

Homem, Pedro Barbosa

Secs XVI-XVII

Discursos de la Juridica e Verdadera Razón de Estado

1627

Hooker, Richard

He that goeth about to persuade a multitude that they are not so well governed as they ought to be shall never want attentive and favourable hearers.

1553-1600 

The Laws of Ecclesiastical Polity

1594

 

Horkheimer, Max  

 

Com o predomínio na modernidade da razão objectiva, que apenas consiste em ajustar os meios aos fins, sejam estes quais forem,  qualquer julgamento ético deixou de assentar na racionalidade. Desta forma, a razão ficou sem autonomia face à evolução da sociedade e tratou de afastar qualquer preocupação metafísica. Transformou-se em mero aparelho de registo de factos e contribuindo para que o homem perdesse a sua individualidade

1895-1973

Dialéctica do esclarecimento 

1947

Eclipse da Razão

1947

Hugo, Victor-Marie

Virá um dia onde as balas e as bombas serão substituídas pelos votos, pelo sufrágio universal dos povos, pela venerável arbitragem de um grande Senado soberano...

1802-1885

O Futuro

1867

Humboldt, Wilhelm Von  

O Estado é um mal necessário, todas as formas de intervenção deste têm consequências prejudiciais até porque os cuidados excessivos do Estado influem negativamente sobre a energia e o carácter moral

1767-1835

Ideen zur einem Versuch die Grenzen der Wirksamkeit des Staates zu bestimmen

1792

Hume, David

Custom, then, is the great guide of human life

1711-1776

Essays, Moral, Political and Litterary

1741

Husserl, Edmund  

As essências não se inventam nem se deduzem: vêem‑se e contemplam‑se

1859-1938

Krisis (Die) der europäischenWissenschaften

1935

 

Hutcheson, Francis

That action is best which procures the greatest happiness for the greatest numbers.

1694-1747

A System of Moral Philosophy

1755

Huxley Aldous

Não há nenhuma razão para que os novos totalitarismos se pareçam com os antigos

1894-1963

Brave New World

1932

Huxley Thomas Henry

Porque não é possível que o entendimento humano aceda ao absoluto, não é possível saber se Deus realmente existe ou não

1825-1895

Agnosticism

1889

Huxley, Julian

Sooner or later, false thinking brings wrong conduct

1887-1975

On Living a Revolution

1942

 

 

 

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 05-03-2009