Ver index da Biografia do Pensamento Político

 

 

Babeuf, Gracchus

Por uma revolução plebeia, sob direcção plebeia

1760-1797

Le Tribun du Peuple 1794

 

Babbit, Irving

 

A democracy, the realistic observer is forced to conclude, is likely to be idealistic in its feelings about itself, but imperialistic about its practice

1865-1933

Democracy and Leadership 1924

Bacon, Francis 

 

Saber verdadeiramente é saber pelas causas ... o poder e o conhecimento são sinónimos

1561-1626

Novum Organum 1620
 

Bachrach, Peter

The Theory of Democratic Elitism  
 

Badie, Bertrand

Sociologie de l’État  1979

Bagehot, Walter

 

The whole history of civilization is strewn with creeds and institutions which were invaluable at first, and deadly afterwards.

1826-1877

Physics and Politics 1872
 

Bailey, Frederick George

  Stratagems and Spoils 1969

Bakunine, Mikhail

O Estado é um imenso cemitério onde se sacrificam, morrem e enterram todas as manifestações da vida individual e local, todos os interesses das partes cujo conjunto constitui a sociedade

1814-1876

Catecismo Revolucionário 1869

 

Estatismo e anarquia 1873

Balandier, Georges

A homologia do sagrado e do político só o é na medida em que estes dois conceitos são regidos por uma terceira noção que os domina: a de ordem ou de ordo rerum

1920

Anthropologie Politique 1967
 

Balfour, Arthur James

It is unfortunate, considering that enthusiasm moves the world, that so few enthusiasts can be trusted to speak the truth.

1848-1930 

A Defense of Philosophical Doubt 1879
 

Balmes, Jaime Luciano

Los acontecimientos, la prosperidad, el infortunio, las revoluciones, no mudan a los hombres, los descubren...

1810-1848

 

El Protestantismo comparado com el Catolicismo 1841

Balzac, Jean-Louis Guez de 

 

Il y a eu de la lâcheté partout où il y a eu de la tyrannie

1595-1654

Le Prince 1631

Bandarra, Gonçalo Anes

1500-1556?

Trovas 1530
 

Barbosa, António Soares

1734-1801

Tratado elementar de Filosofia moral

1792
 

Barbosa, Ruy

A militarização das potências divide o mundo em nações de presa e nações de pasto, umas constituídas para a soberania e a rapina, outras para a servidão e a carniça

1849-1923

  

O Papa e o Concílio 1877
 

Barclay, William

1543-1605

De regno et regali potestate 1600
 

Barker, Ernest

1904-1960

Greek Political Theory, Plato and His Predecessors 1925

Barrès, Maurice

 

Todo o ser vivo nasce de uma raça, de um chão, de uma atmosfera e o génio não se manifesta como tal a não ser que se ligue estreitamente à sua terra e aos seus mortos

1862-1923

Scènes et Doctrines du Nationalisme 1902

Barret Kriegel, Blandine

État (L’) et les Esclaves

1979

 

Chemins (Les)de l'État 1986
 

Barreto de Meneses, Tobias

1839-1889

   
 

Barruel, Abade de

1741-1820 Mémoires pour servir à l’Histoire du Jacobinisme 1800

Barth, Karl

1886-1968

Comunidade Cristã e Comunidade Civil 1958
 

Barros, Roque Spencer Maciel de

1927-1999

Introdução à Filosofia Liberal 1971

Bastiat, Claude-Frederic

 

L'Etat : la grande fiction à travers laquelle tout la monde s'efforce de vivre aux dépens de tout le monde

1801-1850

Harmonies (Les) Économiques 1849
 

Bastos, Francisco José Teixeira

Aproxima-se o momento da emancipação do quarto estado...A democracia tende a organizar-se em sociocracia pela incorporação do proletariado no mundo contemporâneo

1856-1901 Princípios de Filosofia Positiva 1890
 

Battaglia, Felice

Não existe nenhuma grande conquista da humanidade no sentido da liberdade e do progresso, que se não ligue ao nome de um filósofo do direito

1902-1977 

Scritti di teoria dello Stato 1939

Bauer, Otto

A moral marxista e não a moral burguesa é que trata o homem como fim e não como meio

1881-1938

Die Nationalitätenfragen und die Sozialdemokratie 1907
 

Bayle, Pierre

 

O obstáculo ao bom exame não vem tanto do facto do espírito estar vazio mas da circunstância de estar cheio de preconceitos

1647-1706

 

Dictionnaire Historique et Critique 1696
 

Beaufre André

A estratégia é arte da dialéctica das vontades que utiliza a força para resolver o respectivo conflito, onde a decisão é um acontecimento de ordem psicológica que se pretende produzir no adversário: convencê-lo de que desencadear ou prosseguir a luta é inútil

1902-1975

Dissuasion et Stratégie 1964

Beaumarchais

Os escravos são tão culpados quanto os tiranos. É difícil de dizer se a liberdade poderá reprovar mais justamente aqueles que a atacam do que aqueles que a não defendem

1732-1799

Mémoires du Sieur Beaumarchais par lui-même 1774

Beccaria, Cesare Bonnesana, Marquês de

 

Felizes as nações (se há algumas) que não esperaram que revoluções lentas e vicissitudes incertas fizessem do excesso do mal uma orientação para o bem, e que, mediante leis sábias. apressaram a passagem de um para o outro

1738-1794

 

Dei Delitti e delle Pene 1764
 

Beja, Frei António de

Todo o Rei Lusitano, que se nega Pai dos súbditos, desmerece o soberano título de rei natural

1493-1517

 

Breve doutrina e Ensinança de Príncipes 1525
 

Belarmino, São Roberto 

Nunca o povo delega totalmente o seu poder, conserva‑o em potência e em certos casos pode retomá‑lo em acto

1542-1621

 

De potestate papae 1609

Bell, Daniel

 

O Estado a que chegámos é, ao mesmo tempo, pequeno demais para os grandes problemas da vida e grande demais para os pequenos problemas da vida

1919- 

End (The) of Ideologies 1960
Coming(The) of Post-Industrial Society 1973
The World and the United States in 2013 1987
 

Bellers, John

1654-1725

Some Reasons for an European State 1710

Belloc, Hillaire

 

It is sometimes necessary to lie damnably in the interests of the nation

1870-1953

The Servile State 1912
 

Benda, Julien

 

Il existe des hommes qui veulent unir les peuples, des hommes qui pensent à "faire l'Europe". Je ne m'adresse pas à tous. Parmi ces hommes certains cherche ce que l'Europe devra faire pour exister dans l'ordre politique, d'autres dans l'ordre économique, d'autres dans l'ordre juridique. Je n'ai point qualité pour retenir leur audience. D'autres pensent à la révolution qu'elle devra accomplir dans l'ordre intellectuel et moral. C'est à ceux-là que je parle

1867-1956

La Trahison des Clercs 1927
 

Bendix, Reinhard  

A política tem de ser algo socialmente definido em relação com o Estado, como único centro legítimo de autoridade

1916-1991

Nation-Building and Citizenship 1964

Benjamin, Walter

A Europa tem falta de uma ideia radical de liberdade

1892-1940

Thesen uber den Begriff der Geschichtliche 1939
 

Bentham, Jeremy

The greatest happiness to the greatest number is the foundation of morals and legislation

1747-1832

An Introduction to Principles of Moral and Legislation 1789
Deontology 1834
 

Bentley, Arthur Fisher

A sociedade não é senão o complexo dos grupos que a compõem

1870-1957

Process (The) of Government 1908

Berdiaev, Nikolai  

 

O tema da filosofia da história é constituído pelo destino do homem nesta vida terrestre, destino que se realiza na história dos povos, isto é, cumpre-se não apenas no macrocosmos objectivo, mas também no microcosmos subjectivo

1874-1948 Sources (Les) et le Sens du Communisme Russe 1935

Bergson, Henri  

A sociedade não poder subsistir se não subordina o indivíduo, nem poder progredir se o não deixa actuar

1859-1941


 

 

Deux (Les) Sources de la Morale et de laRéligion

1932
 

Berlin, Isaiah

 

The fundamental sense of freedom is freedom from chains, from imprisonment, from enslavement by others. The rest is extension of this sense, or else metaphor

1909

Karl Marx. His Life and Environment 1939

Bernanos, Georges

O Estado totalitário é menos menos uma causa do que um sintoma. Não é ele que destrói a liberdade, pois organiza-se sobre as suas ruínas.

1888-1948

 

La Grande Peur des Bien-Pensants 1931

Bernstein, Eduard  

A necessidade só é cega na medida em que não é compreendida

1850-1932

 

Pressupostos (Os) do Socialismo 1899
 

Bertallanfy, Ludwig von

Um sistema aberto define-se como um sistema que troca matéria com o meio ambiente, apresentando importações e exportações, elaborações e destruições dos seus componentes materiais

1901-1972

General Systems 1956
 

Beveridge, William Henry

The object of government in peace and in war is not the glory of rulers or of races, but the happiness of the common man.

1879-1963

Plano Beveridge 1941
 

Beviláqua, Clóvis

O poder político é a força colectiva das sociedades, tendo por atribuição fixar e aplicar o direito sugerido pelas necessidades sociais, imposto pelo conflito de interesses, devendo  proteger o direito, mas o direito limita o poder

1859-1944 A Filosofia Positiva no Brasil 1883

Bèze, Théodore de

1519-1605

De jure magistratum in subditos et officio subditorum erga magistratus 1578

Birnbaum, Pierre

Sociologie de l’État  

1979

Blackstone, William

 

Law is the embodiment of the moral sentiment of the people

1723- 1780

Commentaries on the Laws of England 1765

Blanc, Louis

 

Une nation dans laquelle une classe est opprimée, ressemble à un homme qui a une blessure à la jambe : la jambe malade interdit tout exercice à la jambe saine

1811-1882

 

Organisation du Travail 1839
 

Blanqui, Auguste

 

La force est la seule garantie de la liberté

1805-1881

Instruction pour une Prise d’Armes 1868

Bloch, Ernst

 

O direito natural é o direito da mãe-natureza, tendo um carácter subversivo por reivindicar a dignidade humana, exigindo tanto a libertação económica como a aplicação dos direitos do homem

1885-1977

 

Geist der Utopie 1918
 

Bloch, Marc

Rois (Les) Thaumaturges 1924

Blum, Léon

A social-democracia é o processo de passagem do capitalismo para o socialismo, conservando as liberdades tradicionais

1872-1950

À l’ Échelle Humaine 1945
 

Bluntschli, Johann Kaspar

O fim verdadeiro e directo do Estado é o desenvolvimento da nação,o aperfeiçoamento da sua vida, a sua conformação por uma marcha progressiva, que não está em contradição com os destinos da humanidade

1808-1881 

Allgemeines Staatslehre 1852
Organisation (die) des EuropäischesStaatenvereines 1878

Bobbio, Norberto

 

Non si confonda la filosofia militante con una filosofia al servizio di un partito che ha le sue direttive, o di una chiesa che ha i suoi dogmi, o di uno stato che ha la sua politica

1909-2004

Teoria Generalle della Politica 1999
 

Boccalini, Traiano  

A razão de Estado é uma lei útil aos Estados, mas contrária em tudo à lei de Deus e dos homens

1556-1613

Commentari sopra Cornelio Tacito 1612?

Bodin, Jean  

A república sem poder soberano, que une todos os membros e partes da mesma e todas as famílias e colégios num corpo, já não é república

1530-1596 

Les Six Libres de la Repúblique 1576

Boehmer, Justus H.

 

Por um ius publicum universale sob ratione justi

1674-1749 Introductio in jus publicum universale 1709
 

Boétie, Étienne de la

 

N'ayez pas peur... Soyez résolus à ne plus servir, et vous serez libres

1530-1563 Discours de la Servitude Volontaire 1548
 

Bois, William Edward Bughardt du

Pan-africanismo 1919
 

Bon, Gustave Le

As multidões acumulam, não  a inteligência, mas a mediocridade, sendo conduzidas quase exclusivamente pelo inconsciente

1841-1931

Lois Psychologiques de l'Évolution  des Peuples   1874
Psychologie (La) des Foules 1895
 

Bonald, Louis

A sociedade foi primeiro família e depois Estado

1754-1840 

Théorie du Pouvoir Politique et Religieux dans la Societé Civile 1796 
 

Bonança, João

Da Reorganização Social 1875
 

Bonifácio de Andrada e Silva, José

Nunca fui nem serei realista puro, mas nem por isso me alistarei jamais debaixo das esfarrapadas bandeiras da suja e caótica Democracia

1763-1838

Representação à Assembleia Geral Constituinte e Legislativa do Império do Brasil sobre a Escravatura 1825
 

Bosanquet, Bernard 

1848-1923

The Philosophical Theory of State 1899
 

Bouglé, Célestin

1870-1940

La Démocratie dévant la Science

1904
 

Boulainvilliers, Henri de

1658-1722

Histoire de l'Ancient Gouvernement de la France 1727

BouldingKenneth Ewart

1910-1993

Three Faces of Power 1989
Conflict and Defense 1962

Bourdieu Pierre

 

O direito é a forma por excelência do discurso actuante, capaz, por sua própria força , de produzir efeitos. Não é demais dizer que ele faz o mundo social, mas com a condição de se não esquecer que ele é feito por este

1930-2002

Pouvoir (Le) Symbolique 1988
 

Boutmy, Émile

1835-1906

   

Bourgeois, Léon  

É preciso que cada um dos homens se torne num ser social. É preciso ensinar às crianças e aos homens que devem considerar‑se não como isolados, como indivíduos que têm o direito de incluir em si mesmos o fim  da sua própria existência, mas como membros associados, de direito e de facto,de uma sociedade onde todas as responsabilidades são mútuas; devem além disso tomar consciência da consciëncia comum e julgar os respectivos actos particulares sob o ponto de vista desta consciência social.

1851-1925

 

Solidarité (La) 1896

Bossuet

Uma coisa é o governo ser absoluto, outra é ser arbitrário

1627-1704

Discours sur l'Histoire Universelle, pour expliquer la suite de la religion et les changements des Empires 1670

Botero, Giovanni

A guerra deve ser encarada instrumentalmente, podendo servir para a promoção da paz civil

1540-1617

Della Ragione di Stato 1583
 

Boulainvilliers, Henri de

La vérité, la sincérité de l' Histoire, et la même matiére,nos vues sont si diférentes,que nous nous rencontrerons rarement dans la maniére de peindre les mêmes faits: leur réalité n' empêchant pas qu' ils ne soyent susceptibles de coloris et de dispositions aussi diférentes, que les fins que nous nous proposons.

 

1658-1722

Histoire de l'Ancien Gouvernement de la France 1727
 

Bouthoul, Gaston

 

O Estado‑Nação constitui, sob o ponto de vista da paz, um grande recuo.Ressuscita as formas do pensamento, da política e da dinâmica tribais.É um meio beligerante, muito mais activo do que o antigo Estado Monárquico,no qual o inimigo não passava de inimigo do rei e os súbditos se alistavam sem empenho, por lealdade para com o rei.Hoje, o inimigo é de todos e daí o encarniçamento crescente das guerras a partir do século XIX

1896-1980

Traité de Polémologie

1951
 

Boutroux, Émile

Le travail de l’esprit est une continuelle oscillation du tout aux parties et des parties au tout. C’est ainsi, qu’on procède pour comprendre un drame, un poème, une œuvre d’art. C’est par ce mouvement alternatif d’induction et de déduction que se font les sciences

1845-1921

Essai d’une Philosophie de la Solidarité 1902

Bradley, Francis Herbert

Uma qualquer figura do passado continua presente onde qualquer coisa que o universo contenha estivesse presente na sua mente

1846-1924 Appearance and Reality 1893

Braga, Joaquim Teófilo Fernandes  

O constitucionalismo monárquico é uma transigência provisória entre o absolutismo e a revolução, e que esse estado provisório é explorado por uma família, muito além do legítimo momento histórico

1843-1924

 

Soluções Positivas da Política Portuguesa 1879

Braga, Luís Almeida

Toda a exacta noção de Progresso está numa sã interpretação da Tradição, pois o verdadeiro tradicionalismo é, antes de tudo, uma interpretação crítica do Passado, quer dizer, uma atitude de razão

1890-1970 

Nação Portuguesa

1914
Sob o Pendão Real 1942

Brandão, Raul

A implantação da república foi um bambúrrio, diz-se. Mas não se esqueçam de que tudo estava preparado por dentro para esse bambúrrio... bastou o estrondo para desabar o trono

1867-1930

El-Rei Junot 1912
 

Brasillach, Robert

L'histoire est écrite par les vainqueurs.

1909-1945

Notre Avant-Guerre. Mémoires 1941
 

Bret, Pierre Cardin Le 

A soberania é tão pouco divisível quanto um ponto em geometria

1558-1655

De la Souverainité du Roi 1632
 

Brito António José de

 

A Contra-Revolução limita-se a subordinar o indivíduo ao Estado e submete-o, bem como ao Estado, à Igreja. O Fascismo visa a identificação do indivíduo ao Estado acima do qual nada vê. Numa palavra: Fascismo e Contra-Revolução são universalistas, o Fascismo de um universalismo totalitário, a Contra-Revolução de um universalismo católico-tradicionalista

1927

Diálogos de Doutrina Anti-Democrática 1975
 

Brito, Joaquim José Rodrigues de

1753-1831

Memórias Políticas sobre as verdadeiras bases da grandeza das nações e principalmente de Portugal 1803
 

Brito, Joaquim Maria Rodrigues de

 

Os homens, membros necessários desse organismo (a sociedade), vivendo uma vida própria, mas no seio da vida geral, não podem constituir‑se como personalidades, nem desenvolver‑se nas diversas relações gerais da sua natureza, senão auxiliando‑se e prestando‑se mutuamente as condições necessárias ao seu desenvolvimento

1822-1873

Philosophia do Direito 1869
 

Brotero, José Maria de Avelar 

1798-1873

 

Princípios de Direito Natural 1829

Bruno, José Pereira de Sampaio  

O regicídio é, seguramente, um acto condenável, mas o despotismo não o é menos. O tiranicídio é, na verdade, um crime; mas a tirania é também um crime

1857-1915

O Brasil Mental 1898
 

Bryce, James

 

Patriotism consists not in waving the flag, but in striving that our country shall be righteous as well as strong

1838-1922

The American Commonwealth 1888
 

Buber,Martin

O próprio narrar é acontecimento; ele tem a unção de uma acção sagrada... A narração é mais do que um reflexo; a essência sagrada que nela é testemunhada continua a viver nela

1878-1965

 

Gemeinschaft 1919
 

Buchanan , George 

O poder dos reis vem de um contrato original feito com os povos, ficando aqueles obrigados a governar de acordo com a justiça, podendo ser destronados se passarem a governar como tiranos

1506-1582

De jure regni apud Scotos 1579

Buchanan, James McGill

O socialismo morreu, mas o espírito do Leviathan continua vivo

1919-

The Calculus of Consent 1962
 

Buchez, P. J. B.

La société n’est pas uniquement l’expression des tendances individuelles

1796-1865

Essai d’un Traité Complet de Philosophie au point de vue du Catholicisme et du Progrès 1840
 

Bueno, José António Pimenta

 

O melhor governo é aquele que conserva ao homem a maior soma de suas liberdades, a maior extensão delas, a consciência e convicção de que ele pertence a si mesmo, à sua inteligência, a seus fins naturais. O Estado não é prisão e também não pode obrigar-se a satisfazer as necessidades de seus súbditos ou habitantes

1803-1878

 

Direito Público Brasileiro e Análise da Constituição do Império 1857
 

Bull, Hedley

International society exists when a group of states , conscious of certain common interests and common values, form a society in the sense that they conceive themselves to be bound by a common set of rules in their relations with one another, and share in the workings of common institutions

1932-1985

The Anarchical Society. A Study of  Order in World Politics 1977
 

Burdeau Georges

A institucionalização do Poder é a operação jurídica pela qual o Poder político se transfere da pessoa dos governantes para uma entidade abstracta - o Estado. O efeito jurídico desta operação é a criação do Estado como suporte do poder independente da pessoa dos governantes.

1905-1988

 

Traité de Science Politique 1949
 

Burgess, John William

O Estado é o órgão da humanidade menos sujeito a cair na injustiça e defende que a única realidade objectiva sobre a qual pode assentar a ciência política como base duma construção verdadeiramente científica.

1844-1931

Political Science and ComparativeConstitutional Law 1890
Foundations (The) of Political Science 1933

Burke, Edmund  

 

Society is indeed a contract...but is not a partnership in things...of a temporary and perishable nature. It is a partnership in all science, a partnership in all art; a partnership in every virtue, and in all perfection… As the ends ff such a partnership cannot be obtained in many generations, it becomes a partnership between … those who are living, those who are dead, and those who are yet to be born

1729-1797

Reflections on the Revolution in France 1790
 

Burlamaqui, Jean-Jacques

O direito de comandar não é senão o poder de se servir da sua liberdade e das suas forças naturais de tal maneiraque se dirige com autoridade as acções dos outros segundo a sua vontade, enquanto este exercício das nossas forças e da nossa liberdade é aprovado pela razão

1694-1748 Elements de Droit Naturel 1775
 

Burnham, James

Os maquiavélicos podem ser  defensores da liberdade

1905-1987

The Managerial Revolution 1941

 

 

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 05-03-2009