1957
 

Novembro

Uma cadela no espaço

 

Governo Félix Gaillard em França; Chaban Delmas na defesa; Christian Pineau, nos estrangeiros (6 de Novembro)

Termina o trabalho da comissão de controlo de pessoal da Bundeswehr, destinada a impedir o acesso de ex-nazis (25 de Novembro)

Acordo tarifário entre o Reino Unido e a CECA (25 de Novembro)

O democrata-cristão alemão Hans Furler, presidente da Assembleia comum da CECA (27 de Novembro)

A cadela Laika é lançada para o espaço (3 de Novembro). Os EUA respondem a 1 de Fevereiro de 1958 com o lançamento do primeiro satélite Explorer I

No Laos, em Novembro, forma-se um governo de união nacional sob a liderança do neutralista Suvanna Phuma e integrando Suvanuvong, do Pathet Lao.

Eleições para a Assembleia Nacional (4 de Novembro). Metade da lista dos candidatos do regime é novidade, surgindo novos deputados, ligados a Marcello, como João Dias Rosas, José Hermano Saraivaö , Júlio Evangelista, Manuel José Homem de Melo, Mário de Oliveira, Ramiro Valadão, Américo Ramalho, António Calapez e António Carlos Lima.

A oposição apenas se apresenta a eleições em Braga, conseguindo 5,7% contra 67,7% da lista da União Nacional. O PCP, depois da desestalinização na URSS, adequa-se ao ambiente de coexistência pacífica e já se aproxima da restante oposição, abandonando o sectarismo.

A nova nomenclatura – Na Câmara Corporativa, que passa a ser presidida por Luís Supico Pinto, entram algumas novas maravilhas intelectuais que o regime tenta acarinhar, como Adriano Moreira, Francisco Pereira de Moura, Eugénio Castro Caldas e João Mota Campos, bem como o capitalista António Chamapalimaud. Se alguns têm origem no ambiente oposicionista do imediato pós-guerra, já outros serão destacados militantes da oposição, mas, face ao cinzentismo do regime, nessa década, tal rotina de mudança de elites não passa desapercebida.

 

 

 

Janeiro Fevereiro Março
Abril Maio Junho
Julho Agosto Setembro
Outubro Novembro Dezembro

Ver síntese do ano

 

©  José Adelino Maltez, História do Presente (2006)

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: